Faço um MBA, uma Especialização ou uma Pós-Graduação?

Faço um MBA, uma Especialização ou uma Pós-Graduação?

Nos dias de hoje, fazer um curso de graduação não sustenta mais um profissional de carreira promissora, é preciso se aperfeiçoar e se diferenciar no mercado se deseja se destacar. Por isso, é comum que o jovem já na finalização da sua graduação já comece a cogitar uma especialização.

Você sabe qual a diferença entre um MBA, uma Especialização e uma Pós-graduação?

O que é um MBA?

Todo MBA é uma pós-graduação, porém nem toda pós-graduação é um MBA.

Tanto o MBA como uma pós-graduação são especializações lato sensu.

Na FGV os cursos de  Pós-graduação e o de MBA, possuem uma proposta generalista e específica sobre determinado assunto. Ambos, tem o mesmo peso acadêmico.

São requisitos do MEC que esses cursos tenham no mínimo 360 horas “relógio” ou 432 horas-aula “50 min” para serem considerados uma especialização.

O que é um curso de Especialização?

Um curso de especialização, visa trazer conhecimentos específicos sobre uma determinada área, fazendo com que o profissional possa se diferenciar por aquela especialidade.

É considerado cursos de especializações o lato sensu e o stricto sensu.

Exemplo: uma pessoa faz a graduação em medicina e após ela concluir ela opta por focar seu conhecimento em uma especialidade e faz então uma especialização de Pediatria.

Qual a diferença entre Lato Sensu e Stricto Sensu?

Cursos Stricto Sensu – são cursos voltados para profissionais que desejam o cunho acadêmico, como por exemplo o mestrado e o doutorado.

Cursos Lato Sensu – são cursos voltados para profissionais que desejam se especializarem para o mercado de trabalho, como por exemplo MBA e Pós Graduação (Lato Sensu).

Qual a diferença entre um MBA e uma Pós Graduação?

Eles são diferentes pois cada um deles foi pensado para tipos de públicos diferentes

Pós-Graduação – pessoas que estão em início de carreira e pretendem ocupar posições de gestão no futuro ou acabou de assumir uma gestão e desejam ampliar sua base de conhecimento desenvolver competências gerencias e potencializar as oportunidades de crescimento na carreira.

MBA – pessoas que já possuem uma experiência prévia, mas que já tem uma vivência dos desafios da gestão. Por isso, as aulas do MBA são desenvolvidas para que haja discussões e trocas de experiências entre os alunos, fortalecendo o networking e incentivando o pensamento estratégico para que tome decisões com mais confiança e conhecimento.

Como é formado o Corpo Docente da FGV?

É formado por professores que possuem uma formação acadêmica consistente (MBA, Mestrado e Doutorado) e uma experiência profissional robusta e significativa trazendo para a sala de aula as melhores práticas do mercado integrando a teoria e a prática.

Conheça os cursos da FGV disponível e escolha o melhor para sua carreira. Caso ainda tenha dúvida sobre qual caminho seguir, converse com os nossos consultores e saiba para onde seguir.